Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem não conhecia, saiam enquanto é tempo...Para quem já conheceu, puxem duma cadeira...Vem aí a versão 2.0...

De gato para gato

Hoje soube da tua ida ao médico.

Inevitável, direi eu. Vi-te no domingo como nunca te havia visto. Magro, enrolado na tua manta de sempre, com o olhar perdido num horizonte que só tu sabes onde fica.

Tens 18 anos bem vividos. O que para ti, significam 89 anos bem felinos em cima.

Tenho mais respeito e admiração por ti do que por muito boa gente com quem me atravessei estes 18 anos. Nunca foste um animal de estimação, és e serás sempre parte integrante da família.O veterinário falou-me em diabetes, falha renal. Não arrisca um prognóstico. Não sei se por misericórdia ou por pouca vontade de dar um palpite. Podes partir amanhã, daqui a uma semana, um mês quem sabe.

Sei apenas que quando acontecer, vais deixar um vazio do tamanho do mundo.

Já perdi uma das pessoas mais importantes da minha vida este ano. Não sei se estou preparado para te perder a ti também.

Gastaste as tuas sete vidas depressa demais, meu amigo. E vais levar uma das minhas quando partires para sempre.

 

 

Conversas com a EDP...

- Estou?

- Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim... (aquela voz embargada de emoção que traduzida para português felino quer dizer "f*daaaaaaaaaaaaaaaa-se.....")

- Posso falar com o Sr. Gato Pardo?

- Tem a certeza que faz mesmo questão disso?

- Desculpe?

- Sim, está a falar com ele...

- Sr. Gato Pardo, o sr. já aderiu ao mercado liberalizado de electricidade e é cliente da EDP?

- Acho que sim. Não só apanhei um choque de electricidade estática hoje ao abrir a porta do carro como mudei os pneus da frente esta semana. Neste momento, sou uma pessoa com muito mais aderência...Isso conta?

- Hã...Pois...A gente gostaria de saber se o sr. já estará a usufruir das nossas ofertas.

- Mas vocês oferecem alguma coisa a alguém? Ok, diga lá então...

- O seu contrato é só electricidade ou é gás também?

- Electricidade apenas. Tenho família na Ucrânia que me fizeram uma ligação ilegal aos gasodutos russos no meu quintal. Ocupa um bocado de espaço mas é muito feng shui...

- Ok...O senhor paga a factura por transferência bancária ou multibanco?

- Crepes e sopa de barbatana de tubarão...Então não são vocês que agora são chineses? Já não percebo nada...

- A sua tarifa é bi horária?

- É, sim senhora. Finalmente, estamos de acordo em algo. Porquê?

- Então já está a usufruir dessa oferta de poupança...

- Incorrecto.

- Incorrecto?

- Sim, incorrecto. Deixe-me elucidá-la. Vocês não me estão a oferecer rigorosamente nada. A tarifa bi horária só permite alguma poupança se o cliente for noctívago, possuir perturbações do sono ou passar as madrugadas a galar a vizinha de frente de binóculos. Ou seja, ter os sonos trocados para fazer uso do horário de vazio.

- Bem, nesse caso a única oferta que dispomos para si é um desconto mediante um aumento da sua potência contratada.

- Não preciso. Já a aumentei desde que instalei um reactor nuclear encastrado na cozinha para aumentar a minha capacidade de produzir metanfetaminas artesanais. Até vou criar uma página no FB. Quer a morada? Olhe que são um estouro... Não garanto que veja estrelas mas é provável que veja uns quantos animais mitológicos extintos à uns bons milhões de anos...

E a chamada caiu misteriosamente...Logo agora que a conversa se estava a tornar interessante...

É tudo uma questão de barba, meus caros...

Ocasionalmente dá-me para isto.

Não me apetece cortar o cabelo e deixo crescer a barba. Ok, não é uma barba tipo o bode do Raul Meireles mas uma coisa relativamente digna de ir a um casting para figurante de aspirante a talibã.

Após as últimas 72 horas de furiosa dedicação ao trabalho, recebi um telefonema de um amigo para ir beber um café e colocar a conversa em dia. Chegado ao local, a primeira coisa que ouço é isto...

- Hã...man...que raio é isso?

- O quê?

- Não tens lâminas em casa?

- Tenho... Estou a testar um novo look...

- Ok... O que é que chamas a isso?

- Preguiça agudíssima em último grau...

A conversa lá surgiu, o café, uns quantos martinis e ele que não parava de olhar intrigado para mim...

- Ouve lá, queres parar de olhar para a minha barba como se estivesses a olhar para as mamas da Bárbara Guimarães nos Globos de Ouro? - disse.

- Epá... Não é por mal. É estranho, porra. Passei anos a ver-te de barba feita e agora ver-te assim...não sei, estou dividido entre se te dá um ar distinto ou ar de bad boy motoqueiro...

- Ouve, vamos lá esclarecer uma coisa. É perturbador estares a fazer o profile da minha barba. Estás proibido de ver o "Mentes Criminosas", tás a ouvir?

Quando me despedi dele, vim a pensar nisto. Existe uma grande dualidade de critérios acerca de homens com barba. As mulheres adoram ver um homem com barba de 2 ou 3 dias mas quando chega a altura dos finalmentes, "isso arranha, portanto ou fazes isso ou vais dormir com o Rex o resto da semana".

No que é que ficamos afinal? Isto para o pessoal mais espontâneo é uma maçada. Tem de se andar com uma lâmina no bolso das calças caso de se dê a oportunidade (e a vontade) de dar uma ao ar livre como aquele casal que foi filmado com tamanho à vontade em frente a uma caixa multibanco em Oviedo que até houve pessoal a tirar selfies com eles (ou pelo menos com o que era visível deles...)?

Mundo cruel este.

Preso por ter barba, preso por não ter...

Soa parecido, mas é apenas isso...

Hoje dei por mim a dissertar mentalmente sobre o que é ser ambicioso/ganancioso.

É curioso. Muita gente não consegue distinguir uma expressão da outra.

Deixai-me partilhar então o meu ponto de vista.

 

Ambição é ter objectivos (plural). Lutar por eles. Sangue, suor, lágrimas. Noites mal dormidas, muitas pestanas queimadas. E aquele maravilhoso sentimento de se conseguir alcançar os objectivos a que nos propomos. Ou não. Mas nunca baixar os braços.

Ganância é ter um objectivo (singular). Vale tudo. Arrancar olhos, pisar quem se atravesse no caminho, destruir literalmente tudo. Usar, manusear tudo e todos em prol desse mesmo objectivo.

Para além de tudo que separa estas duas expressões, existe uma coisa mais.

Na ambição, haverá sempre quem comemore os nossos feitos na nossa companhia. Quem fique feliz por nós. Na ganância, a solidão é a única companhia. Porque todos aqueles que poderiam estar a nosso lado, foram trucidados no caminho.

É isso que a vida é. Escolhas.

E o prémio para melhor marketing turístico vai para...

 

Ponte de Lima!!!

Ok, desconheço se a indústria pornográfica por lá é um nicho de mercado em expansão ou não. O que sei é que depois da partilha de filmes de cariz sexual ocorrida ontem nos painéis de turismo existentes na cidade, existe aqui uma belíssima oportunidade de negócio.

O sexo vende. Os painéis informativos informam. Logo, o sexo em painéis informativos cobra-se.

Até já vejo os anúncios...

 

"Jovem, adoras andar de madrugada pelas ruas de Ponte de Lima só de gabardine? Assustar jovens indefesas não só com o teu péssimo gosto em gabardines mas também com o tamanho minúsculo do teu pénis? E ficar encolhido no chão com um esgar de dor quando levas com uma biqueirada nos tintins das mesmas jovens que tentas assustar com o teu micro pénis?

PONTE DE LIMA TEM A SOLUÇÃO!!!

Apresentamos os primeiros painéis informativos sexuais do mundo. Assim podes ver os teus filmes favoritos que sabemos que estás farto de ver na net em tua casa mas com todo o conforto de temperaturas gélidas que tanto gostas. E por uma pequena subscrição mensal, ainda podes efectivamente ter informações relevantes sobre Ponte de Lima. Sim, a gente sabe que isso não interessa nada mas nada como dar a conhecer a Newsletter mensal da Junta de Freguesia enquanto uma menina asiática é empalada por 73 matulões de diversas etnias..."

AT (ou para os mais distraídos, Atados Tributários)...

Tenho tido uma relação deveras agridoce com a Autoridade Tributária.

Embora por um lado agradeça o facto de já ter recebido o reembolso do IRS (e ter sido um dos felizes contemplados com a transferência bancária ao contrário de muita gente que vai receber o mesmo pelo correio), outras situações há que me faz odiá-los.

Tentarem-me cobrar o IUC de um carro que não o meu foi uma delas. Eu até nem me importo de contribuir para o bem estar da nação, mas não à conta de um fulano de de Cascalheiras de Baixo devido a um erro da repartição de finanças lá do sítio.

Outra é dizerem que estou em incumprimento do pagamento do meu IMI quando já o paguei.

Meus senhores, se eu quisesse aldrabar o Estado, acreditem...vocês não dariam por ela e eu teria um belo tacho num Ministério a jogar Angry Birds o dia todo.

Portanto, resolvam lá a alhada que vai nos servidores da AT senão vão-me ter à perna todos os dias. Sou tão bom a despachar pessoal de call centers como sou a incomodar-vos. Tenho dito...

Feliz dia da mãe!

 

Eu sei que não fui fácil.

O parto foi uma chatice, não estava com grande vontade de vir espreitar este mundo cá fora. E depois dei de caras com aquele médico com ar de António Variações... Óbvio que abri as goelas, estava a tentar fazer um dueto com ele.

Cresci. Comia mal. Se fosse Nestum estava tudo bem. Parti a cabeça mais vezes do que aquelas que consigo contabilizar. Ok, se calhar já era o fetiche precoce com enfermeiras, não sei.

Os anos passaram. Tornei-me rebelde. Demasiado rebelde para o teu gosto. Mas mesmo assim estiveste lá sempre. Ok, com as devidas críticas à ausência de corte de cabelo.

O que nos leva ao dia de hoje. Adoro-te mas tens um feitio de m*rda. E digo isto com todo o carinho. O que explica basicamente o feitio de m*rda que eu tenho. E quando dois feitios assim chocam, é desastre absoluto. Somos argumentativos, defendemos as respectivas damas até à exaustão.

Eu amo-te, sabes disso. Mas és levada da breca. Mas também és a única pessoa à face da terra capaz de me meter na ordem com um olhar. E ocasionalmente isso faz-me falta.

Love ya, mother cat!

 

Uma caixinha catita que permite pesquisar as entranhas dos últimos anos de posts. Muito útil, principalmente porque nem eu já me lembro de metade do que escrevi...

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Licença

Licença Creative Commons
Este obra para além de estar razoavelmente bem escrita (se assim não fosse, não havia tanta gente a plagiá-la), está também licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D